quarta-feira, 3 de outubro de 2012

E quase tudo aconteceu



Dias atrás parei pra pensar um pouco na vida. Refletir em tudo o que tem me acontecido. É, o ano já está acabando. De novo. E eu comecei a lembrar de tudo que aconteceu no final do ano passado e no começo desse ano. Lembrei que alguns dos meus sonhos já tinham se realizado, mesmo sem eu lembrar que o que aconteceu era realmente um sonho quando eu era adolescente ou criança. 
Lembrei da alegria de ter visto meu nome na lista de aprovados de uma Universidade Federal esse ano. E no mês seguinte vê-lo novamente na lista de uma Estadual. Lembrei que quando adolescente meu sonho era morar sozinha e em outra cidade. E hoje ele se tornou realidade. Lembrei que sonhava em fazer o que eu realmente gostasse, e hoje eu faço o que eu realmente gosto. Lembrei do medo que eu tinha de não passar no vestibular. Ou melhor, o medo de enfrentar uma prova de vestibular. Enfrentei e venci. 
Ainda tenho medo, angústias, mas aprendi que quando eu confio naquele que me enviou, tudo vai acabar bem e tudo vai dar certo. Foi um ano de vitórias, de acertos, de erros, de alegrias, mas que eu sei que se não fosse Ele pra me ajudar e me orientar em cada passo, nada disse teria acontecido. 
Lembro da direção dEle em cada passo que eu dava na nova cidade. Desde quando eu fui procurar um apartamento até a escolha da pessoa pra morar comigo e mais uma amiga. Lembro da direção dEle quando eu tive que escolher entre ir para a Federal ou para a Estadual. Da direção 
Eu realmente só tenho o que agradecer ao meu Pai. Mesmo eu errando tanto Ele me anima, me aceita de volta, me pega no colo e diz que está tudo bem, que me ama e que nada de mal vai me acontecer. Só agradeço por tudo que tem me ajudado, por me dar coragem pra enfrentar os trabalhos que mais pareciam um bicho de sete cabeças esse ano, ler textos que pareciam estar escritos em grego. Sei que conhecer pessoas que se tornaram minha família também foi um cuidado dEle. 
Eu sei que o ano ainda não acabou e ainda faltam uns meses pra isso, mas me deu muita vontade de escrever esse agradecimento. Um agradecimento que eu vou repetir no último dia do ano, mas claro, acrescentando o que Ele ainda vai fazer nesse restinho de ano. Pai, eu te amo e o meu amor por Ti só aumenta.
Felicidade exalando!